09/08/2020
20:09:41
SinalTV - Canal MEO 500520
02-07-2020
Sociedade

Termómetros podem passar os 40°C

Termómetros podem passar os 40°C

A generalidade dos modelos meteorológicos confirma uma subida progressiva das temperaturas já a partir de amanhã.

Segundo uma publicação da Meteo Trás os Montes, uma página do Facebook dedicada à meteorologia com previsões feitas por transmontanos de grande utilidade até mesmo para a agricultura que ganha cada vez mais destaque, fidelidade e aceitação por parte da população, deixaram o aviso de calor extremo.

“O modelo americano GFS que novamente ‘carrega’ no calor previsto para o próximo fim-de-semana e em especial no domingo, com a primeira previsão de 45°C da temporada em Portugal Continental”, podia ler-se na publicação.

No próximo domingo poderemos atingir temperaturas extremas em várias regiões do país, em especial no interior e nos vales do Tâmega, Tua, Sabor, Douro, Côa, Tejo, Guadiana e Sado, onde os termómetros podem atingir os 40/45°C.

A exposição a períodos de calor intenso, representa uma agressão para o organismo, podendo conduzir à desidratação, ao agravamento de doenças crónicas, a um esgotamento ou a um golpe de calor, situação muito grave e que pode provocar danos irreversíveis na saúde, ou inclusive levar à morte.

O Meteo Trás os Montes alerta que são mais vulneráveis ao calor: As crianças nos primeiros anos de vida; As pessoas idosas; Os portadores de doenças crónicas (nomeadamente doenças cardiovasculares, respiratórias, renais, diabetes, alcoolismo); As pessoas obesas; As pessoas acamadas; As pessoas com problemas de saúde mental; As pessoas a tomar alguns medicamentos, como anti-hipertensores, antiarrítmicos, diuréticos, anti-depressivos, neurolépticos, entre outros; Os trabalhadores expostos ao sol e/ou ao calor; As pessoas que vivem em más condições de habitação.

Para a prevenção dos efeitos do calor intenso recomendam-se as seguintes medidas: Aumentar a ingestão de água, ou sumos de fruta natural sem adição de açúcar, mesmo sem ter sede. As pessoas que sofram de doença crónica, ou que estejam a fazer uma dieta com pouco sal, ou com restrição de líquidos, devem aconselhar-se com o seu médico, ou contactar a Linha Saúde 24: 808 24 24 24. Evitar bebidas alcoólicas e bebidas com elevados teores de açúcar. Os recém-nascidos, as crianças, as pessoas idosas e as pessoas doentes, podem não sentir, ou não manifestar sede, pelo que são particularmente vulneráveis.

“Não menos importante, não esqueça o seu amigo de 4 patas! Garanta a hidratação e um local fresco e arejado ao seu animal de estimação”, podia ainda ler-se no Meteo Trás os Montes.

 

 

Paulo Silva Reis

Foto DR

Outras notícias