08/12/2019
00:31:31
SinalTV - Canal MEO 500520
16-03-2015
Cultura

«Sexta 13» (março 2015) - Banho de multidão!

«Sexta 13» (março 2015) - Banho de multidão!

A segunda "Sexta 13" do ano provocou uma grande enchente em Montalegre. 40 mil aponta a organização. O bom tempo e a curiosidade por saber como continuaria a história do evento, iniciada no mês anterior, convenceram milhares de pessoas. 

A zona histórica da vila entupiu. A hotelaria não teve mãos a medir. O parque automóvel foi estendido para distâncias inimagináveis. A próxima, última do ano, acontece em novembro.
Montalegre voltou a escrever nova página dourada na história dos eventos que produz. Uma "Sexta 13" em grande, com milhares de pessoas a visitaram uma terra cada vez mais cobiçada e admirada. Centenas de autocarros trouxeram turistas de todo o lado. Grupos e mais grupos. Um carrocel de gente que voltou a esgotar a restauração do concelho e da região. A noite teve várias propostas embora o epicentro estivesse centrado no palco principal que dá de frente com o castelo de Montalegre onde foi realizado o espetáculo. Este foi a continuação do ocorrido no mês anterior sob o mote "A Vingança do Deus Larouco". Madrugada dentro atuam grupos como Enraizarte (palco principal), Cabra Cega (palco principal), Fanfarra Kaustica e USS Project (Praça do Município), DJ Pedro Lousada (Vocalista dos Blasted Mechanism) e Percussion Didgeridoo (junto ao Ecomuseu de Barroso).
 
«TANTA GENTE...»
 
Apesar do frio, próprio da época, a noite foi sublime. A tal ponto que o padre Fontes não resistiu, em cima do palco, a confessar espanto com a frase: «ei tanta gente...ei tantas "bruxas"...tanta gente que estou a ver...». Na verdade, foram milhares as almas que desaguaram na zona histórica da vila barrosã. Um número que encheu de satisfação o presidente da Câmara de Montalegre: «estou muito satisfeito por ver que esta multidão veio até Montalegre. É um investimento inteiramente compensado pela afluência massiva de gente. Pessoas que sentem que, ao virem até Montalegre, conseguem espaço e tempo para darem um “miminho” a si próprios, evadindo-se e esquecendo todos os males e contrariedades da vida». Orlando Alves destacou as caraterísticas do que viu em cima do palco: «o espetáculo, com esta vertente mais acalorada, mais desafiadora e menos preconceituosa, caiu muito bem numa noite gélida como esta, com temperaturas negativas. Foi uma outra forma de esconjurar os males que existem um pouco em todos nós».
 
«DANÇA DO VARÃO FOI BEM-VINDA»
 
Ainda sobre o espetáculo "A Vingança do Deus Larouco", o autarca disse: «a dança do varão foi bem-vinda, aqueceu o ambiente e espero que possa ser repetida, sobretudo, em noites frias para que este público se sinta reconfortado para uma viagem de muitos quilómetros e para que ganhem a ambição de virem mais vezes ao Portugal profundo». Orlando Alves prognosticou a próxima a ter lugar ainda este ano: «em Novembro será uma repetição do que aconteceu nesta "Sexta 13". A única contrariedade que esta realização pode ter é a chuva e esse desafio também já foi ultrapassado em edições anteriores». O presidente encerrou o discurso confiante: «teremos sempre casa cheia, com neve, chuva ou sol».
 
TEM A PALAVRA
 
David Teixeira
(Vice-presidente Câmara Municipal de Montalegre)

«Foi um grande espetáculo, um dos melhores que já tivemos. É muito bom estarmos em março e com um número de pessoas só comparável nos meses de verão. Com "A vingança do Deus Larouco" não houve frio. A festa continua noite dentro com animação em vários espaços. Mais uma vez Montalegre ficou dignificada».
 
Fátima Fernandes
(Vereadora Educação Câmara Municipal de Montalegre)

«Foi espetacular como todas as outras. Penso que já nada me pode surpreender mas quando chega a próxima "Sexta 13" fico sempre admirada. Parece que vem sempre mais gente e isso deixa-nos a todos muito felizes. Foi um espetáculo brilhante, com o nosso Luís Pedreira que mostrou os seus dotes artísticos de uma forma magnífica, que já não nos surpreende. É este calor humano e esta alegria que queremos perpetuar até novembro. As pessoas virão buscar novamente uma injeção de força».
 
Padre Fontes
«Montalegre encheu-se de gente. Mais uma "Sexta 13" onde me senti no paraíso, onde deuses e demónios convivem com a mesma alegria. Que toda esta gente que aqui veio seja abençoada à partida e à chegada. Somos uma terra única no Mundo, visitada, mais uma vez, por tantas bruxas e bruxos. Esperamos que regressem em abril, a Vilar de Perdizes, para o Auto da Paixão».
 
Rui Vaz Alves
(Presidente Câmara Municipal Ribeira de Pena)

«Espantosa, cada vez mais espetacular, cada vez mais calor, mais gente. Para suportar este frio é preciso todo este calor humano destes milhares de pessoas que vêm assistir a este magnífico espetáculo. Parabéns à Câmara, ao Presidente e a todos pela alegria que imprimem a este magnífico dia das bruxas».
 
Fernando Campos
(Presidente Assembleia Municipal Boticas)

«Foi uma "Sexta 13" memorável. O tempo ajudou. Foi uma representação fantástica, com muita gente a assistir. O projeto está consolidado, cada vez mais fortalecido e a região precisa deste tipo de investimentos».
 
Ana Maia
(atriz/"Ariana")

«Correu muito bem. Desta vez a "Ariana" transformou-se e gostei muito de interpretar esta nova faceta. Ser recebida em Montalegre, com todo este calor humano, é fantástico».
 
Alex Miranda
(ator/"Deus Larouco")

«É uma festa especial, uma mistura de teatro pagão com teatro católico culminando num teatro universal. É uma felicidade enorme estar aqui a representar num espetáculo de tamanha grandiosidade».

Fonte: Câmara Municipal de Montalegre

Outras notícias