25/03/2019
03:37:21
SinalTV - Canal MEO 500520
18-02-2015
Economia

Sacos de plástico: Será que os 10 cêntimos vão mesmo para o Fisco?

Sacos de plástico: Será que os 10 cêntimos vão mesmo para o Fisco?
Com a entrada em vigor da nova legislação, a venda de sacos leves, os que estão sujeitos à nova taxa, devia ficar explícita na fatura. No entanto esse nem sempre está a ser o caso, adianta o Jornal de Negócios.

É certo que a introdução de uma nova taxa traz uma conta extra aos consumidores que deverá mesmo ter impacto no número de sacos de plástico utilizados. No entanto, o facto de a nova taxa se aplicar a sacos com determinadas medições tem causado alguma confusão na hora de olhar para a fatura, o que por sua vez significa que há dúvidas sobre se os tais 10 cêntimos vão diretamente para o Fisco.

Isto tem acontecido porque muitas cadeias de supermercado optaram por simplesmente deixar de vender os sacos de menor espessura – a lei define 50 microns como limite de espessura; abaixo disso os sacos entram na categoria ‘leves’, logo são sujeitos à nova taxa.

Conta o Jornal de Negócios que, numa ronda por supermercados, houve sacos a surgir nas faturas de diferentes cadeias com designações que não permitem ter a certeza se aquele saco é efetivamente um dos considerados leves ou não.

Para o consumidor, em termos de contas, poderá não haver grandes diferenças, já que o preço pode na mesma ser de 10 cêntimos por saco. Mas para o contribuinte fica a dúvida sobre se afinal aqueles 10 cêntimos contemplam a taxa nova decidida pelo Governo – e não apenas o IVA.


Fonte: Notícias ao Minuto

Outras notícias