11/12/2019
10:18:27
SinalTV - Canal MEO 500520
24-06-2014
Desporto

Rui Gonçalves com semana positiva na Alemanha

Rui Gonçalves com semana positiva na Alemanha
A décima primeira etapa do Mundial de Motocross teve lugar em Teutschenthal no circuito de Talkalassel que uma vez mais mostrou um excelente nível organizativo.
Depois de um GP abaixo das suas capacidades (Itália), Rui Gonçalves, teve uma semana mais positiva tendo conseguido voltar aos treinos físicos e em cima da moto, em pleno processo de recuperação da queda sofrida numa das etapas do Nacional de Motocross.
 
No sábado Rui Gonçalves foi discreto mas eficaz na manga de qualificação que viria a terminar na 14ª posição depois de ter rolado grande parte da manga no 12º posto.
 
Na primeira manga de domingo arrancava muito atrasado mas conseguia subir bastantes posições, precisamente até ao 12º posto posição que assumiria durantes um par de voltas até que sentia problemas de rendimento na sua moto fruto de um coletor de escape partido tendo sido obrigado a refrear o andamento para vir  terminar esta manga no 14º posto.
 
A segunda corrida do dia também seria marcada por um arranque pouco positivo com Rui Gonçalves a rolar no 21º posto nas primeiras voltas. Há medida que a manga se foi desenrolando o luso foi subindo de posições num circuito muito complicado em termos de ultrapassagens. No final Rui Gonçalves terminava esta manga no 13º lugar conseguindo inclusivamente  subir duas posições na tabela classificativa do Mundial.
 
Rui Gonçalves: "Comparando com o GP de Itália  posso dizer que já me senti bastante melhor em termos físicos. Senti-me rápido durante todo o fim-de-semana mas os arranques estragaram tudo, principalmente numa pista como esta de Teutschenthal.
Na primeira manga fiquei muito atrasado nos momentos iniciais da corrida, depois tivemos alguns problemas no escape que tiveram influência na resposta da minha moto. Para a segunda manga resolvemos este problema e já correu tudo de forma mais positiva. Dei o máximo do principio ao fim para tentar recuperar posições mas os andamentos eram muito iguais. Senti que era mais rápido do que os pilotos que seguiam na minha frente, mas este circuito é conhecido por ser um dos mais difíceis do campeonato quando é necessário fazer ultrapassagens.  Sinto-me contente com o resultado final e só me resta trabalhar mais, principalmente os arranques, para poder melhorar o resultado final.
Tenho de voltar a agradecer o empenho fortíssimo da BikeIt Yamaha Cosworth que tem vindo a fazer um trabalho fantástico ao longo do Campeonato."
 
 
Campeonato: 1.º Antonio Cairoli (KTM) 477 pontos; 2.º Clement Desalle (Suzuki) 452; 3.º Jeremy Van Horebeek (Yamaha) 440; 4.º Kevin Strijbos (Suzuki) 350; 5.º Shaun Simpson (KTM) 242; 6.º Steven Frossard (Kawasaki) 237; ... 12.º Rui Gonçalves (Yamaha) 167; etc.

Fonte: Página oficial do atleta
 

Outras notícias