28/03/2020
08:21:25
SinalTV - Canal MEO 500520
25-03-2020
Sociedade

Pesquisas de COVID19 deixam de ser feitas região

Pesquisas de COVID19 deixam de ser feitas região

Chaves, Lamego, Vila Real, Mirandela e Bragança, até ao dia de hoje tinham as pesquisas de COVID19 a ser realizadas na Unidade de Vila Real, com resultados em menos de 24 horas, mas por ordem da Delegação Geral de Saúde, essas pesquisas vão passar a ser feitas em Lisboa, com os resultados a poderem demorar mais de 72 horas.

Os profissionais do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro denunciaram a situação de que a Delegação Geral de Saúde, dizendo “que a região de Trás-os-Montes não necessita de um Laboratório de referência”, passa a encaminhar todas as amostras, para o INSA em Lisboa.

Preservando a identidade, um dos profissionais confirmou a intenção da DGS. “Sou natural de Chaves e sou Técnico Superior de Análises Clínicas no Laboratório de Patologia Clínica do CHTMAD na Unidade de Vila Real. Até ao dia de hoje todas as pesquisas de COVID19 da região era realizadas na Unidade de Vila Real, incluído Chaves, Lamego, Mirandela e Bragança. Segundo a DGS a região de Trás-os-Montes não necessita de um Laboratório de referência para executar a pesquisa de COVID19. Aqui dávamos os resultados de COVID19 para os nossos hospitais em menos de 24h. Agora todas as amostras serão encaminhadas para o INSA em Lisboa, na qual o resultado irá demorar no mínimo 72h”.

Segundo este técnico, “isto é indecente. A região de Trás-os-Montes não tem direito à saúde? Não temos direito a um diagnóstico tão ou mais rápido como o resto do país? É revoltante verificar que para cima do Porto já não somos considerados gente. Todos temos direito à saúde e é bom que os autarcas da região reparem nisto”, concluiu.

Paulo Silva Reis

Outras notícias