04/08/2020
13:39:15
SinalTV - Canal MEO 500520
14-04-2020
Sociedade

NACIONAL: 87 pessoas detidas durante a Operação “Páscoa em Casa”

NACIONAL: 87 pessoas detidas durante a Operação “Páscoa em Casa”

GNR e PSP realizaram cerca de 17 mil operações de fiscalização e sensibilização e encerraram 227 estabelecimentos comerciais.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Polícia de Segurança Pública (PSP) fizeram esta terça-feira, dia 14 de abril, o Balanço da Operação “Páscoa em Casa”.

Nos cinco dias em que decorreu a operação estiveram no terreno cerca de 35 mil operacionais da GNR e da PSP. Nas 16.965 operações de fiscalização e sensibilização foram detidas 87 pessoas e encerrados 227 estabelecimentos comerciais.

Desde a 00h00 do dia 9 até às 24h00 do dia 13 de abril, a GNR e a PSP estiveram em todo o território nacional com operações de intensificação do patrulhamento e ações de sensibilização e fiscalização, no sentido de apoiar a população e garantir o cumprimento das normas do Estado de Emergência e respetivas restrições.

Em conferência de imprensa, que decorreu no Salão Nobre do Ministério da Administração Interna em Lisboa, a GNR começou por dizer que a operação “correu bem muito por conta daquilo que foi o comportamento de cidadania da sociedade neste período”, disse Vítor Rodrigues, diretor de operações da Guarda Nacional Republicana.

“Realizamos na nossa zona de responsabilidade, 9.565 ações de fiscalização e sensibilização das quais resultou o encerramento de 118 estabelecimentos e 21 detenções (uma ocorreu por violação da obrigatoriedade de confinamento – alguém que estava infetado e decidiu ir para a via pública). Relativamente ao Programa 65 da GNR “Longe Mais Perto” foram contactados 8.128 idosos que no resultado dos Censos Sénior 2019 estão identificados como mais vulneráveis/ isolados.

No que compete à Polícia de Segurança Pública, foram realizadas mais de 7.400 operações tendo sido registadas 66 detenções durante este período, das quais 14 por indivíduos que se encontravam em situação de confinamento obrigatório (pessoas infetadas com Covid-19). “Registamos um pico, nomeadamente no fim de semana, de detenções relacionadas com indivíduos que não cumpriram a obrigatoriedade de confinamento”. Durante este período foram encerrados 109 estabelecimentos e efetuadas diversas ações no que respeita a fiscalização rodoviária nacional onde se registou 64 detenções por condução ilegal (condução sem carta de condução).

No respeita à violência doméstica foram registadas 113 situações e 10 detenções. “Damos nota que 20 % das participações que foram feitas resultaram de contacto de terceiros e não das próprias vítimas”, disse Luís Elias, Diretor do departamento de operações da PSP.

A "Operação Páscoa" decorreu entre 9 e 13 de abril e envolveu 35 mil elementos da GNR e PSP.

O diretor de operações da GNR referiu que no próximo dia 17 termina o segundo período do estado de emergência e “tudo leva a crer que será prolongado”, sendo agora fundamental aguardar pelas novas regras.

“Ainda não temos elementos que nos ajudem a decidir qual será a atuação, mas continuaremos a trabalhar no cumprimento da lei”, disse, frisando que a GNR vai adaptar-se “às novas regras”.

Portugal está em estado de emergência desde o dia 19 de março e até 17 de abril devido à pandemia de Covid-19.

Sara Esteves

Outras notícias