15/11/2019
09:32:48
SinalTV - Canal MEO 500520
27-02-2015
Sociedade

Município de Montalegre lança alerta sobre o Nemátodo do Pinheiro

Município de Montalegre lança alerta sobre o Nemátodo do Pinheiro

Coimas podem ultrapassar os 40 mil euros.

Por indicação do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), a autarquia de Montalegre volta a lançar o alerta para a obrigatoriedade do abate e remoção, imediata, de todos os exemplares de pinheiros e outras resinosas que apresentam copa seca ou a secar, agulhas descoloradas e dos tombados ou afetados por tempestades e por incêndios. Na freguesia de Reigoso já estão a ser feitos trabalhos. Quem não o fizer pode sujeitar-se a coimas que ultrapassam os 40 mil euros.
A Câmara Municipal de Montalegre volta a lançar o alerta para a obrigatoriedade do abate e remoção, imediata, de todos os exemplares de pinheiros e outras resinosas que apresentam copa seca ou a secar, agulhas descoloradas e dos tombados ou afetados por tempestades e por incêndios. Um aviso que vai ao encontro do Decreto-Lei n.º 95/2011, de 8 de agosto, que estabelece medidas extraordinárias de proteção fitossanitária indispensáveis ao controlo do nemátodo do pinheiro e do seu inseto vetor, a não realização das ações acima descritas podem resultar em coimas que poderão atingir 44 mil euros.
 
EDITAL NAS JUNTAS DE FREGUESIA
 
Refira-se que o ICNF remeteu para todas as juntas de freguesia informação do teor do edital, datado de 7 novembro 2014 (consultar anexo), dando nota que o ICNF se tem vindo a substituir aos proprietários que não procederam ao corte de coníferas, que estejam secas ou a secar, estejam tombadas devido a tempestades e estejam em área ardida e solicitando que as juntas de freguesia divulgassem essa informação «por entre os proprietários florestais e outros detentores de áreas de floresta das árvores hospedeiras no nemátodo da madeira do pinheiro da freguesia para que concluam rapidamente os cortes que porventura ainda estejam a efetuar».
Na comunicação às juntas de freguesia, o ICNF refere que «Portugal está obrigado a ter todas as árvores hospedeiras do nemátodo da madeira do pinheiro secas ou a secar, tombadas e afetadas pelo fogo devidamente eliminadas, sendo o país penalizado financeiramente sempre que não cumpre com essa determinação da Comissão Europeia, podendo ainda vir a sofrer embargos comerciais à madeira».
Informações adicionais devem ser remetidas para o Gabinete Técnico Florestal da Câmara Municipal de Montalegre ou para os serviços regionais.

Fonte: Câmara Municipal de Montalegre

Outras notícias