04/08/2020
13:42:00
SinalTV - Canal MEO 500520
01-06-2020
Sociedade

MONTALEGRE: CPCJ tem novo presidente

MONTALEGRE: CPCJ tem novo presidente

João Carlos Rodrigues é o novo presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Montalegre.

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Montalegre passa a ter um novo rosto na liderança. O jovem João Carlos Rodrigues - até agora Secretário e membro desta comissão, desde julho de 2018, em representação da Santa Casa da Misericórdia de Montalegre - sucede a Irene Esteves que, lembre-se, não só instaurou esta CPCJ em 2005 como a presidiu até 2011 e, pela segunda vez, entre 2014 e 2020.

«Uma palavra de reconhecimento e de admiração para com a Dr.ª Irene que cessou funções como presidente da CPCJ de Montalegre. Dizer que foi um privilégio para mim, poder iniciar esta caminhada sob a sua presidência exemplarmente exercida, já que desde o início procurou transmitir o seu conhecimento, a sua sensibilidade para as diversas problemáticas, que sempre procurou ajudar e prestar todo o apoio aos demais comissários nos difíceis contextos que estes enfrentam e, que sempre demonstrou um enorme trato e bom senso em todas as dimensões, quer a nível profissional quer a nível pessoal. A Dr.ª Irene será, sempre, a maior protetora das crianças e dos jovens. Deixa, portanto, muitos ensinamentos que tentarei colocar ao serviço da comunidade e, em particular, ao serviço das crianças e dos jovens do nosso concelho. Há muito trabalho pela frente, sobretudo na prevenção, quer ao nível da negligência parental quer ao nível do absentismo escolar, já que são as duas maiores fontes de instauração de processos. Estão em curso projetos, promovidos pela CNPDPCJ (Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção de Crianças e Jovens), para atacar estas problemáticas, nomeadamente o Projeto Adélia que tem como objetivo principal promover a Parentalidade Positiva e a criação de um Plano de Ação Local para a Infância e Juventude. Contaremos, como até aqui, com o apoio do principal parceiro das CPCJ que é o poder autárquico. Estamos empenhados em fazer um bom trabalho, uma vez que a CPCJ de Montalegre conta com comissários bastante experientes em casos de acompanhamento de crianças e jovens e, com bastante dinamismo. É com a consciência da responsabilidade que presidir a uma comissão de proteção de crianças e jovens por si só acarreta, que assumo esta missão e que me comprometo com esta causa», disse João Carlos Rodrigues

A CPCJ atua nas mais variadas situações onde o bem-estar físico está em risco, nomeadamente: negligência; abandono; maus-tratos físicos e psicológicos; abuso sexual; abandono/absentismo escolar; prática de facto qualificada; mendicidade; corrupção; trabalho infantil; exercício abusivo da autoridade; uso de estupefacientes e ingestão de bebidas alcoólicas.

 

PSR

Outras notícias