21/02/2020
12:51:54
SinalTV - Canal MEO 500520
11-02-2020
Politica

MONTALEGRE: 3 milhões de euros para Complexo Desportivo de Salto

MONTALEGRE: 3 milhões de euros para Complexo Desportivo de Salto

A vila de Salto, no concelho de Montalegre, vai ter um moderno Complexo Desportivo orçado em mais de 3,6 milhões de euros. A garantia é dada pelo presidente do município, Orlando Alves.

Mais de três milhões de euros é quanto vai custar o Complexo Desportivo de Salto, obra que promete ser uma referência no concelho de Montalegre. O investimento (3.618.806,63€ + IVA) é constituído por um pavilhão gimnodesportivo, um campo de futebol de relva sintética, um extenso arranjo urbanístico e pagamento de expropriações. As infraestruturas polivalentes irão, segundo o autarca, “apoiar o desporto e a formação escolar, dar qualidade de vida aos residentes e contribuir por fixar a população. Vai servir toda a população do Baixo Barroso onde vivem cerca de 5.000 pessoas, especificamente a população escolar e o Grupo Desportivo e Cultural de Salto, cuja equipa joga no campeonato distrital da Associação de Futebol de Vila Real”.

Orlando Alves salienta que estamos perante “um projeto audacioso, um projeto caro, que no seu cômputo geral, com expropriações e tudo o resto, vai rondar os três milhões de euros”. A ideia, para o autarca, “é tentar apresentar uma candidatura do projeto a fundos comunitários no âmbito do próximo Quadro Comunitário de Apoio, mas a obra irá avançar mesmo só com verbas municipais”.

O autarca lembra que este investimento “poderá ser mais um daqueles projetos de grande dimensão, como foi a estrada de Montalegre para Chaves, que terá de ser integralmente suportado pelo orçamento municipal. Esta obra confere uma maior urbanidade à vila ao mesmo tempo que irá fazer justiça para com o Grupo Desportivo e Cultural de Salto, único clube que milita nos distritais da A. F. Vila Real em terra batida o que representa uma indignidade para os 116 atletas nele inscritos e uma vergonha para o município de Montalegre”, concluiu Orlando Alves que, segundo as suas previsões, a obra está concluída nos próximos dois anos.

 

Paulo Silva Reis

Outras notícias