26/09/2020
20:58:59
SinalTV - Canal MEO 500520
21-06-2020
Sociedade

Máscaras comunitárias sim, mas sem lixívia

Máscaras comunitárias sim, mas sem lixívia

O facto de não haver máscaras cirúrgicas disponíveis levou à procura de alternativas e começaram a produzir-se máscaras caseiras, mas as dúvidas pairam sobre a fiabilidade destas mascaras e na forma como se devem lavar.

A Direção-Geral da Saúde veio recomendar o uso de máscaras para todas as pessoas em espaços públicos fechados e admite o uso de máscaras comunitárias até mesmo como forma de evitar, uma vez mais, rotura do material médico, dizendo que juntamente com o distanciamento social e à higiene das mãos, são uma medida de proteção adicional.

Segundo uma análise feita pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças, estas mascaras não são enquadradas como dispositivos médicos e como tal, os seus fabricantes devem informar, através de uma etiqueta, a durabilidade da mesma e quantas vezes pode ser lavada.

A manutenção das mascaras levanta serias duvidas, mas os infeciologista garantem que as mascaras de pano são uma alternativa válida desde que utilizadas devidamente.

Lavar à mão ou na máquina é sempre a solução e pode ser feito a 30, 40 e 60 graus, mas as autoridades de saúde alertam para não se lavarem com lixivia, pois apesar de esta ser indicada para a desinfeção de superfícies, não deve ser utilizada na lavagem das mascaras, pois pode danificar as fibras e estas perderem a sua eficácia.

Sabão ou detergente de roupa e a água bem quente são a solução para se manter higienizadas as mascaras comunitárias.

 

Paulo Silva Reis

Foto Carlos Daniel Morais

Outras notícias