16/10/2019
07:55:28
SinalTV - Canal MEO 500520
07-06-2016
Sociedade

Jogos Populares estimulam população sénior e com deficiência da cidade de Chaves

Jogos Populares estimulam população sénior e com deficiência da cidade de Chaves

Foi no Jardim Público da Cidade de Chaves que ocorreu o V Encontro de Jogos Populares que reuniu população sénior e com deficiência num dia dedicado ao convívio, através da prática desportiva.

Preocupada com o envelhecimento desta faixa populacional, a Santa Casa da Misericórdia de Chaves desenvolveu mais uma vez, este encontro onde participaram 12 instituições de solidariedade social do concelho. Para além da prática desportiva, que visa melhorar as capacidades psicomotoras, esta ação tem-se tornado num verdadeiro exemplo de boas práticas de envelhecimento ativo que reuniu cerca de 200 participantes.
A velhice não é sinónimo de sedentarismo e os idosos e as pessoas com deficiência, destas instituições uniram-se e provaram que “ mente sã corpo são” pode ser exercitada através de estimulação física, psíquica e social. Foi o que aconteceu através de jogos populares, num momento de reviver tradições antigas, ainda muito presentes nas memórias destas pessoas.
Segundo João Rua, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Chaves, o objetivo é “ tornar a vida das pessoas que estão nos respetivos lares, mais alegre, dando-lhes a oportunidade de conviver uns com os outros” e de “rever amigos que estão noutros lugares”.
Neste espírito de longevidade, também António Cabeleira, presidente do Município de Chaves mostrou-se orgulhoso do trabalho das instituições e em particular da Santa Casa da Misericórdia que este ano, comemora 500 anos de existência: “a mesa administrativa continua a seguir os passos da gente dinâmica que há cinco séculos instituiu a Santa Casa da Misericórdia de Chaves”.

 

Reações dos participantes na atividade:

Teresa Morais (91 anos – Centro Social e Paroquial S. Tiago de Mairos)
“Joguei no Jogo das Latas e do prego e atirei com elas todas ao chão, até me bateram as palmas. Isto vale-nos muito. Faz bem mexer, porque fazemos ginástica, faz bem aos ossos para não atrofiar. No meu tempo também jogava o Jogo da macaca”.

Domingos Alves (82 anos – Lar São Marcos)
“Joguei em todos os jogos e até fiz dançar o pião. Quase todos estes jogos se jogavam na minha terra. É bom para distrair o pessoal. Vi muitos amigos que conheço da mocidade”. 

Joaquina Chaves (86 anos – Casa Santa Marta) 
“Estou mal das pernas, sinto-as presas. A idade já está muito avançada, mas isto é muito bonito. Saio daqui de alma lavada. Lá no lar estou sempre a fazer alguma coisa, nem que seja ajudar a pôr a mesa, porque não gosto de estar parada”.

 

Fonte: Gabinete de Comunicação da Santa Casa da Misericórdia de Chaves

  • Jogos Populares estimulam população sénior e com deficiência da cidade de Chaves
  • Jogos Populares estimulam população sénior e com deficiência da cidade de Chaves
  • Jogos Populares estimulam população sénior e com deficiência da cidade de Chaves
  • Jogos Populares estimulam população sénior e com deficiência da cidade de Chaves
  • Jogos Populares estimulam população sénior e com deficiência da cidade de Chaves
  • Jogos Populares estimulam população sénior e com deficiência da cidade de Chaves

Outras notícias