15/10/2019
16:50:52
SinalTV - Canal MEO 500520
09-10-2019
Sociedade

Freguesia de Solveira homenageia “filho da terra”

Freguesia de Solveira homenageia “filho da terra”

A Freguesia de Solveira, no concelho de Montalegre, vai homenagear, no próximo sábado às 11:30h, o professor João Calvão Silva, figura proeminente no campo jurídico e político.

No próximo sábado a freguesia de Solveira rende homenagem a um "filho da terra", João Calvão da Silva, recentemente desaparecido.

A iniciativa é promovida pela Associação Solveira VIVA e conta com o apoio do município de Montalegre.

João Calvão da Silva foi professor de Direito da Universidade de Coimbra e antigo governante. Calvão da Silva presidiu ao Conselho de Jurisdição Nacional do PSD, foi deputado à Assembleia da República, dirigente nacional e distrital do PSD e ministro da Administração Interna, apenas por um mês, no segundo Governo de Passos Coelho.

Calvão da Silva nasceu em Solveira, uma pequena aldeia de Montalegre a fevereiro de 1952. Aos 12 anos bateu à porta do Mosteiro de Singeverga, em Santo Tirso, com o objetivo de seguir a via monástica. Quatro anos depois foi para Lamego, onde fez o liceu, no Colégio da Ordem Beneditina, ingressando a seguir na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, terminando a licenciatura em 1975.

O professor catedrático da Faculdade de Direito cresceu entre a escola claustral do Mosteiro de Singeverga, o Colégio de Lamego e a Universidade de Coimbra. Foi na cidade universitária que Calvão da Silva se encontrou com o PSD. O também professor de Direito de Coimbra Carlos Mota Pinto, então vice-primeiro-ministro do governo de Bloco Central (PS-PSD), foi buscá-lo em 1983 para seu secretário de Estado Adjunto, cargo que ocupou até 1985.

Calvão da Silva atravessou o cavaquismo como presidente da Comissão de Fiscalização da TAP e membro do Conselho Superior do Ministério Público, tendo também integrado o Conselho Superior da Magistratura, até 2009. Na década de 90 chegou a deputado pelo PSD nas legislativas de 1995, integrando a Comissão de Assuntos Constitucionais até 1999.

Com Passos Coelho na liderança do PSD, em 2010, o professor de Direito de Coimbra foi convidado para vice-presidente do partido. “Por um imperativo ético” aceita o convite de Passos para ministro da Administração Interna do XX Governo Constitucional, cargo que ocupou entre 30 de Outubro e 26 de Novembro de 2015.

Redação com CM Montalegre

Outras notícias