28/03/2020
08:44:04
SinalTV - Canal MEO 500520
23-03-2020
Sociedade

Falta equipamento básico de proteção nos hospitais

Falta equipamento básico de proteção nos hospitais

Ordem dos Médicos apela a todas as empresas e empresários que lidem com material de proteção regulamentado, que foram obrigadas a encerrar, que ajudem nesta fase de propagação da pandemia e coloquem esse material à disposição dos hospitais do país.

A Ordem dos Médicos pediu, em comunicado divulgado esta manhã, que todos os que tenham equipamento de proteção individual certificado, que não estão a usar, o coloquem à disposição.

O surto do Coronavírus levou ao encerramento de várias atividades profissionais, como dentistas, esteticistas, vidrarias e muitas oficinas de pintura e reparações de automóveis, onde habitualmente se utilizam luvas, máscaras e viseiras.

O bastonário da OM, Miguel Guimarães refere a “importância de se distribuir massivamente este material e de se reforçarem os stocks em Portugal para proteção de todos. Se os profissionais de saúde não estão devidamente protegidos colocam em risco os doentes e colocam em risco a sua própria vida, podendo ficar doentes e afastados dos serviços quando mais precisamos deles”.

Lembrando que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) atravessa um momento crítico, Miguel Guimarães apela à solidariedade de todos os que tenham material certificado que não estejam a usar. “Continuam a chegar-me todos os dias vários relatos de médicos que trabalham sem condições mínimas de segurança, por falta de equipamentos básicos para todos os profissionais de saúde, como máscaras ou luvas”, concluiu o bastonário.

 

 

Paulo Silva Reis com Carlos Daniel Morais

Outras notícias