18/11/2019
21:21:39
SinalTV - Canal MEO 500520
20-08-2014
Cultura

DGArtes apoia 45 projetos artísticos com 800 mil euros

DGArtes apoia 45 projetos artísticos com 800 mil euros
A Direção-Geral das Artes (DGArtes) divulgou hoje, em comunicado, "os resultados finais do concurso para apoio pontual às artes 2014", que confirma os resultados provisórios divulgados há um mês.
No total, a DgArtes apoia 45 projetos artísticos em todo o país, que vão receber 800 mil euros.

Segundo esta entidade, responsável pela realização dos concursos públicos de apoio às Artes, a este programa foram apresentados 345 projetos, admitidos 315 para apreciação e, destes, selecionados os atuais 45.

Entre os artistas e entidades cujos projetos foram selecionados estão o Coro de Câmara de Lisboa (música), o Circo de Ideias Associação Cultural (arquitetura), Susana Neves (fotografia), Teatro do Vão d'Escada Associação Cultural, Vânia Rovisco (cruzamentos disciplinares), Mariana Nabais Dança Associação Cultural (dança) e Formas Efémeras (artes plásticas)

Artech-Int Associação Internacional de Arte Computacional (artes digitais), o Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa (cruzamentos disciplinares), o Plano Geométrico Associação Cultural (artes plásticas), Mundo Razoável Associação Cultural (teatro), Máquina Agradável Associação Cultural (dança) e Catarina Leitão (artes plásticas).

Os projetos -- com execução de julho deste ano a março de 2015 - são divididos por "patamares" de financiamento: 10 projetos foram incluídos no patamar de 7.500 euros; 15 projetos, no de 15.000 euros; 20 projetos, no de 25.000 euros.

Em comunicado, a DgArtes afirma que "a decisão final divulgada hoje dará início à fase de contratualização dos apoios concedidos".

Por áreas artísticas, foram contemplados dois projetos na área da arquitetura, um projeto na área das artes digitais, quatro na área das artes plásticas, sete na área dos cruzamentos disciplinares, e ainda seis projetos na área da dança, um na área da fotografia, 10 na área da música e 14 na área do teatro.

Entre os não selecionados estão a Filandorra - Teatro do Nordeste (teatro), Associação Lendias d´Encantar (cruzamentos disciplinares), Rui Catalão (dança), Carlos Gomes (artes plásticas), Coral Polifónico de Aveiro e Companhia Maior Associação Cultural (teatro).

No sítio na internet da DGArtes, este organismo refere que as candidaturas admitidas foram avaliadas pelos serviços técnicos em função de quatro critérios: qualidade e relevância artística do projeto, adequação da proposta aos objetivos e às prioridades estratégicas, percurso artístico e profissional dos intervenientes e sua adequação ao projeto, consistência do projeto de gestão e de comunicação.

Em julho último, contactado pela agência Lusa, quando saíram os resultados provisórios, o diretor-geral das Artes, Samuel Rego, sublinhou que "os apoios pontuais agora atribuídos constituem um reforço determinante para que cerca de meia centena de projetos artísticos possam ser implementados em praticamente todo o território nacional".

"A adjudicação dos dinheiros públicos [é feita] a criadores, artistas e estruturas culturais com mérito, padrões criativos e clareza de objetivos, de acordo com os critérios estabelecidos", acrescentou.

A Secretaria de Estado da Cultura (SEC) optou este ano por não abrir os concursos na modalidade anual, "atendendo à data de libertação das verbas destinadas aos concursos e a operacionalização respetiva, de modo a garantir o efetivo aproveitamento dos mesmos durante o ano de 2014", justificou, num comunicado, divulgado em março último, quando da abertura das candidaturas ao Programa de Apoio Pontual.

Fonte: Notícias ao Minuto

Outras notícias