27/02/2020
05:56:15
SinalTV - Canal MEO 500520
06-05-2014
Sociedade

DECO quer combater obesidade infantil

DECO quer combater obesidade infantil
A associação de defesa do consumidor DECO lança hoje uma campanha contra a obesidade infantil, disponibilizando na Internet menus saudáveis, fáceis e baratos.
As receitas, elaboradas por alunos da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, sob acompanhamento de nutricionistas, vão estar acessíveis num portal, a par da respetiva lista de compras dos produtos usados, com os preços.
De acordo com a DECO, ao todo vão estar disponíveis 31 menus, correspondentes a um mês de refeições, incluindo cada um deles pequeno-almoço, lanche a meio da manhã, almoço, lanche a meio da tarde e jantar.
As receitas, facilmente executadas por toda a família, são publicadas semanalmente, adianta a associação.
Com a campanha "Fica na Linha", a DECO pretende sensibilizar crianças e jovens e os pais para os benefícios de uma alimentação saudável, mas também prática, variada e sem grandes custos.
De acordo com a gestora do projeto, Dulce Ricardo, uma refeição pode custar um a dois euros por pessoa, podendo os menus, que incluem desde sopas a sobremesas com scones, ser usados conforme as conveniências e, eventualmente, ser atualizados no portal.

A associação de defesa do consumidor DECO lança hoje uma campanha contra a obesidade infantil, disponibilizando na Internet menus saudáveis, fáceis e baratos.

As receitas, elaboradas por alunos da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, sob acompanhamento de nutricionistas, vão estar acessíveis num portal, a par da respetiva lista de compras dos produtos usados, com os preços.
De acordo com a DECO, ao todo vão estar disponíveis 31 menus, correspondentes a um mês de refeições, incluindo cada um deles pequeno-almoço, lanche a meio da manhã, almoço, lanche a meio da tarde e jantar.
As receitas, facilmente executadas por toda a família, são publicadas semanalmente, adianta a associação.
Com a campanha "Fica na Linha", a DECO pretende sensibilizar crianças e jovens e os pais para os benefícios de uma alimentação saudável, mas também prática, variada e sem grandes custos.
De acordo com a gestora do projeto, Dulce Ricardo, uma refeição pode custar um a dois euros por pessoa, podendo os menus, que incluem desde sopas a sobremesas com scones, ser usados conforme as conveniências e, eventualmente, ser atualizados no portal.

Fonte: TSF

Outras notícias