31/05/2020
06:10:04
SinalTV - Canal MEO 500520
27-03-2014
Sociedade

«Dador pela primeira vez». Instituto do Sangue quer mobilizar jovens

«Dador pela primeira vez». Instituto do Sangue quer mobilizar jovens
Assinala-se hoje o Dia Nacional do Dador de Sangue. Nesta altura, as reservas nacionais dão para mais de 10 dias, com excepção do grupo zero negativo, que dá para 12 dias.
O Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST) pretende aumentar este ano o número de novos dadores e chamar os jovens à da dádiva de sangue. 

Até ao final de Fevereiro, o Instituto do Sangue tinha feito menos 9% de colheitas do que no mesmo período do ano passado. No que toca a dadores, a redução foi ainda maior: menos 11%. 

Ainda assim, graças a um esforço maior de mobilização, não há falta de sangue nos hospitais portugueses e as reservas nacionais dão para mais de 10 dias. Não há falta de nenhum grupo e o tipo de sangue zero negativo – o mais procurado por ser dador universal – dá para 12 dias. 

O valor é considerado acima do normal (que é sangue para seis ou sete dias), mas a crise, a emigração e o envelhecimento da população contribuem para a queda de dadores e colheitas. A queda no número de dádivas tem-se mantido e é constante ao longo dos últimos anos, sendo de 12%, em média. 

O Instituto do Sangue está preocupado e decidiu lançar campanhas com mais regularidade, sobretudo, para mobilizar novos dadores. Este ano, no final de Janeiro, foi necessário fazer um apelo extraordinário à dádiva, porque as reservas estavam a atingir níveis muito baixos. 

Esta quinta-feira, Dia Nacional do Dador de Sangue, é lançada a nova campanha «Dador pela primeira vez».

Fonte: rr.sapo.pt

Outras notícias