18/09/2019
16:12:03
SinalTV - Canal MEO 500520
29-08-2019
Sociedade

Crianças de Vila Pouca de Aguiar “viajam” pelo património cultural e arqueológico da região

Crianças de Vila Pouca de Aguiar “viajam” pelo património cultural e arqueológico da região

Cerca de 40 crianças, do Campo de Férias, da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar conheceram o património cultural e arqueológico da região através, de uma visita a Mamoa do Alto do Catorino, um sepulcro milenar classificado de Imóvel de Interesse Público.

40 crianças e jovens, dos 6 aos 15 anos, visitaram na última segunda feira a Mamoa do Alto Catorino, um sepulcro milenar classificado de Imóvel de Interesse Público.

A atividade desenvolvida pela Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar e a Iberdrola, empresa responsável pela construção do Sistema Eletroprodutor do Tâmega, deu a conhecer o património cultural e arqueológico da região.

Na sede da Junta de Freguesia do Alvão, especialistas da Iberdrola fizeram uma sessão de esclarecimento sobre o projeto das três barragens que a empresa  está a desenvolver na região.

Após a sessão seguiu-se um jogo de caça ao tesouro e uma mostra de artefactos dos nossos antepassados, deixando as crianças e jovens muito curiosos com os objetos utilizados antigamente. Uma viagem ao passado e uma “ oportunidade de conhecer tanto o património cultural como arqueológico”, referiu Sara Hoya, Responsável de Meio- ambiente do Sistema Eletroprodutor do Tâmega.

A Mamoa do Alto Catorino é um sepulcro milenar classificado desde 1990 de Imóvel de Interesse Público onde é possível avistar todo o planalto da Serra do Alvão.

Os participantes tiveram a oportunidade de participar nas escavações e assim, também eles, descobrirem o que os nossos antepassados nos deixaram. Foi um momento de grande entusiasmo e de interesse para estes jovens.

Redação com Iberdrola

Fotografia Iberdrola

Outras notícias