20/05/2019
08:58:12
SinalTV - Canal MEO 500520
14-03-2019
Economia

Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas visitou mina de lítio em Covas do Barroso

Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas visitou mina de lítio em Covas do Barroso

 A Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas da Assembleia da República esteve na última segunda-feira, no Concelho de Boticas para conhecer o projeto da Savannah Resources, empresa britânica responsável pelos trabalhos de prospeção de lítio, e auscultar os habitantes de Covas de Barroso relativamente a esta problemática.

O Presidente da Câmara Municipal, Fernando Queiroga, acompanhou os deputados na visita guiada ao local onde a empresa pretende implementar a exploração deste minério.

Após a visita, a Comissão Parlamentar esteve reunida, no edifício do Paços do Concelho, com várias entidades, nomeadamente as autarquias de Boticas, Montalegre e Ribeira de Pena, Junta de Freguesia e Conselho Diretivo dos Baldios de Covas do Barroso e ainda com organismos do Estado, entre os quais a Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Agência Portuguesa do Ambiente (APA), Entidade Nacional da Reserva Agrícola Nacional (RAN), Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR) e Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).

A sessão de trabalhos permitiu analisar de forma mais precisa o projeto apresentado pela Savannah Resources e tentar perceber o impacto da possível exploração de lítio não só no Concelho de Boticas, mas em toda a região.

O Presidente da Comissão Parlamentar, Hélder Amaral, afirmou que “esta visita serviu para ajudar a esclarecer a falta de informação relacionada com esta exploração de lítio e perceber se os interesses das populações estão a ser ou não salvaguardados”.

Por sua vez, o Presidente da Câmara, Fernando Queiroga, salientou que “a posição da autarquia relativamente a este processo e à forma como ele está a ser conduzido continua a ser desfavorável”, realçando que “a Câmara Municipal tem ficado à margem das decisões que têm vindo a ser tomadas e não foi consultada para expressar o seu parecer acerca da possível exploração de lítio”.

Fernando Queiroga referiu ainda que “a autarquia, em consonância com a população, fará o que estiver ao seu alcance para lutar pelos interesses do concelho”.

Fonte: Gabinete de Imprensa CM Boticas

  • Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas visitou mina de lítio em Covas do Barroso
  • Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas visitou mina de lítio em Covas do Barroso

Outras notícias