17/09/2019
13:25:37
SinalTV - Canal MEO 500520
03-08-2016
Sociedade

Centro Hospitalar de Trás os Montes e Alto Douro com falta de médicos leva ao adiamento de cirurgias

Centro Hospitalar de Trás os Montes e Alto Douro com falta de médicos leva ao adiamento de cirurgias

Um ano depois da primeira chamada de atenção para o risco de “colapso” do Centro Hospitalar de Trás os Montes e Alto Douro E.P.E (CHTMAD), sediado em Vila Real, e após uma visita esta terça feira, do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos (CRNOM) e do Sindicato do setor ao CHTMAD, concluiu-se que o hospital, está em situação “insustentável”.

A falta de médicos, sobretudo de anestesistas, tem levado ao adiamento de cirurgias, embora o cenário seja idêntico nos serviços de urologia, ortopedia e medicina interna.

Em média, nos últimos quatro meses foram “adiadas mais de 30% das cirurgias” ficando estas reduzidas às oncologias. No serviço de urgência e em alguns tempos operatórios a área de anestesiologia é “assegurada por médicos tarefeiros”, referiu o presidente do CRNOM, Miguel Guimarães.

Em nota de imprensa enviada às redações o Centro Hospitalar de Trás os Montes e Alto Douro afirma que “existe efetivamente no CHTMAD, alguma carência a nível de recursos humanos em diferentes especialidades” e que “o cancelamento de algumas cirurgias deve-se, sobretudo, à dificuldade em contratar médicos anestesistas”.

Esta é uma região do país onde é difícil fixar médicos especialistas, no entanto, existe um “esforço efetuado por todos os profissionais do CHTMAD que salvaguardam a contínua prestação de cuidados de saúde de qualidade (…) dando como exemplo a abertura de concurso para 37 vagas em diferentes especialidades, recentemente publicado”.

O CHTMAD inclui o hospital de Vila Real, Lamego e Chaves.

Redação

Outras notícias