23/02/2020
05:36:56
SinalTV - Canal MEO 500520
16-06-2015
Cultura

Candidatura de Tresminas à UNESCO

Candidatura de Tresminas à UNESCO

A Câmara de Vila Pouca de Aguiar constituiu uma equipa que vai dar início ao processo de candidatura do Complexo Mineiro Romano de Tresminas e Jales a Património Mundial da Humanidade, que deverá ser formalizada em 2017.

O grupo de trabalho vai ser liderado por Carla Cunha, que fez a sua tese de mestrado na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) sobre Tresminas e envolve a participação de entidades nacionais e internacionais.
O presidente da Câmara de Vila Pouca de Aguiar, Alberto Machado considera que "a importância histórica das minas a céu aberto merece ser internacionalmente reconhecida".
"Acredito que o reconhecimento pela UNESCO do legado histórico de Tresminas e Jales será a maior projeção de Portugal, sobre o património mineiro mundial", referiu.
Tresminas é um dos locais na Europa que detém o mais importante e bem conservado complexo mineiro do Império Romano.
Para valorizar este complexo, a Câmara de Vila Pouca de Aguiar, no distrito de Vila Real, deu início há cerca de uma década, a um projeto de investigação científica, requalificação e preservação.
Já há alguns anos que se fala na candidatura à UNESCO, a qual deverá ser, segundo o presidente, submetida formalmente dentro de dois anos.
Alberto Machado destacou a "importância histórica" de Tresminas, tanto que estas minas a céu aberto eram geridas diretamente pela guarda do imperador. Aqui, a exploração de ouro decorreu ao longo de 450 anos e depois não teve mais intervenções.
É por isso, segundo o autarca, um "património arqueológico único" que se preserva desde "há 
O Centro Interpretativo de Tresminas já entrou em funcionamento e promete levar os visitantes numa viagem à época romana e mostrar como se explorava antigamente o ouro.
O projeto inclui um anfiteatro exterior, um auditório subterrâneo, camarins e sala de exposição e onde será projetado em permanência um filme explicativo sobre este património milenar e ainda "réplicas fiéis" de dois moinhos que vão mostrar como os romanos trituravam o minério.
O complexo mineiro vai ser gerido pela Associação de Desenvolvimento Integrado das Terras de Jales.
Este projeto representa um investimento de um milhão de euros, comparticipado por fundos comunitários. O investimento global no Complexo Mineiro de Tresminas ronda os cinco milhões de euros.

Fonte: Notícias de Vila Real

Outras notícias