19/10/2019
15:10:39
SinalTV - Canal MEO 500520
14-06-2016
Cultura

Arquitetos Siza Vieira e Souto Moura abrem ciclo de conferências em Chaves

Arquitetos Siza Vieira e Souto Moura abrem ciclo de conferências  em Chaves

Dia 19 de junho, no futuro Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso, inicia ciclo de conferências “Chaves como Destino”

 

Os conceituados arquitetos Siza Vieira e Souto Moura debatem em Chaves, no próximo dia 19 de junho, os elementos icónicos que caraterizam o futuro Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso, um espaço museológico que junta dois nomes da arte e arquitetura nacionais, o pintor Nadir Afonso e Siza Vieira, que projetou o edifício. Trata-se de um investimento de 7 milhões e 700 mil euros, que será inaugurado no próximo mês (julho) e colocará a cidade de Chaves no roteiro mundial da arte contemporânea.
Este encontro é o primeiro de um ciclo de conferências organizadas pela Câmara de Chaves, que visam potenciar e promover a cidade de Chaves, a partir de produtos diferenciadores, com base no Turismo Cultural e Criativo, pretendendo igualmente envolver a população.
Para tal, foi já elencado um conjunto de temas específicos que promoverão o debate. Para cada um dos encontros será convidada uma ou mais personalidades de reconhecido mérito científico na área.
Esta primeira conferência, intitulada “Museu Nadir Afonso: Elementos icónicos que o caraterizam - Nadir e Siza”, terá lugar no referido museu, dia 19 de junho, pelas 15h30. Além dos dois arquitetos, contará com a participação de Carlos Magno, jornalista e Presidente da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. O segundo encontro realizar-se-á dia 20 de agosto, sobre o tema “Os Castros no Concelho de Chaves: A imponência da civilização pré romana no concelho de Chaves” no Auditório do Centro Cultural, pelas 16h00, e contará com a presença do Professor Doutor Armando Coelho (da Universidade de Letras da Universidade do Porto) e do Professor e Historiador flaviense, José Carvalho Martins.
As restantes conferências decorrerão até junho de 2017 e serão espaçadas no tempo, ao ritmo de dois a três meses (segundo a disponibilidade dos participantes), de modo a não coincidirem com outros eventos que a autarquia ou outros agentes organizem.

Fonte: Gabinete de Protocolo e Comunicação da CM de Chaves

Outras notícias