10/12/2019
17:47:25
SinalTV - Canal MEO 500520
21-04-2014
Desporto

Top Ten para Rui Gonçalves no GP da Bulgária

 Top Ten para Rui Gonçalves no GP da Bulgária
Decorreu este fim-de-semana mais uma etapa do Campeonato do Mundo de Motocross  desta feita na Bulgária no circuito de Sevlievo.
Rui Gonçalves procurava chegar aos lugares de topo depois de um fim-de-semana muito complicado no GP de Itália.
 
Porém na primeira e única sessão de treinos disputada no circuito de Sevlievo, Rui Gonçalves viria a sofrer um percalço quando entrou atravessado num salto. Mesmo sem cair o português iria sofrer uma distensão muscular  nas costas depois de ter aterrado com bastante violência na lama.
 
Como resultado Rui Gonçalves iria adoptar um ritmo cauteloso na manga de qualificação para evitar esforçar a parte muscular e durante a noite aproveitava para fazer alguma terapia para reduzir o impacto da lesão nas costas.
 
Na primeira manga de domingo o piloto BikeIt Cosworth iria fazer um bom arranque rolando inclusivamente entre os dez primeiros durante seis voltas, mas a tensão acumulada a nível muscular na zona das costas impedia o luso de dar o seu máximo fazendo com perdesse três posições, sensivelmente, a meio da corrida.
 
Na segunda manga a chuva que caía de forma copiosa no traçado búlgaro complicou a tarefa dos pilotos da classe de MXGP já que o circuito se tornou num autêntico lamaçal  obrigando a um táctica muito cautelosa em termos de gestão de corrida.
Na partida para a esta manga Rui Gonçalves falhava por completo o arranque passando na primeira curva em último mas com a vasta grande experiência a vir ao de cima, Gonçalves conseguia ultrapassar dez pilotos no fim dessa volta e à medida que a corrida se foi desenrolando subia de posições para se instalar no 9º posto a duas voltas do final.
 
Rui Gonçalves terminava este GP na 10ª posição e em termos de Campeonato sobe três posições para o 11º lugar.
 
Rui Gonçalves: " No sábado as coisas não correram da melhor forma porque entrei com a moto toda atravessada num salto e quando aterrei fiz uma distensão muscular nas costas mesmo sem ter sofrido qualquer queda. Hoje não consegui dar o máximo porque sabia que tinha que evitar agravar a lesão. Sabia que ia ser uma corrida muito difícil e que o objectivo era amealhar o máximo de pontos possível. Na primeira manga não andei como queria mas mesmo assim  fui 13º. Na segunda manga arranquei na cauda do pelotão, mas como rolei de forma cautelosa e sem erros consegui evitar as queda. Subi muitas posições  para vir a terminar na 9º posição, o que me deixou naturalmente contente.
O resultado final é muito bom e vou aproveitar este embalo para fazer um bom treino de forma a estar num pico de forma em Valkenswaard que é uma pista muito a meu gosto. O objectivo é rolar de forma consistente no "Top-ten."

Fonte: Página Oficial do atleta

Outras notícias